Qualidade de vida no ambiente organizacional

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

Quem não se sente bem estando em um ambiente agradável e salutar? Num local onde reconhecimento e saúde estejam interligados?!

Podemos entender por qualidade de vida no trabalho o esforço para alcançar um equilíbrio emocional, físico e social, levando em consideração as necessidades e peculiaridades humanas. A satisfação no ambiente organizacional influencia comportamentos pessoais, estimula a inovação e a criatividade, ajuda a minimizar conflitos e resistência a mudanças.

Para tornar a empresa mais saudável, é preciso investir no bem-estar dos funcionários, pois essa ação ajuda a manter a motivação, aumentando a produtividade.

Devido a grande concorrência no mercado atual, surgiu a necessidade de focar no capital humano e em seu ambiente, buscando humanizar a organização, usando o desenvolvimento pessoal do colaborador como fator crucial à competitividade.

Em contrapartida a falta de qualidade de vida afeta o desempenho organizacional, uma vez que traz baixa produtividade, gastos com assistência médica por motivo de doenças ou acidentes de trabalho, grande rotatividade de pessoal, dentre outros. Como a esfera trabalho influencia as outras esferas da vida humana, é importante implementar ações ligadas a motivação, satisfação, saúde e lazer para os colaboradores.

Qualidade de vida

Fatores que influenciam a qualidade de vida no trabalho

As empresas que optam por implantar programas voltados ao bem-estar do trabalhador ganham por ter seus funcionários motivados e dispostos a ajudar no crescimento da empresa.

Segundo Chiavenato (2004, p. 449), alguns fatores influenciam a qualidade de vida no trabalho:

  1. Satisfação em realizar seu trabalho – o colaborador deve se sentir orgulhosos do trabalho que faz e da empresa em que trabalha. Para isso é importante que a organização preserve sua imagem diante da sociedade;
  2. Expectativa de futuro na empresa – a organização deve oferecer ao colaborador possibilidades de crescimento, de fazer carreira, para que ele possa se sentir seguro/estável em seu trabalho.
  3. Reconhecimento – reconhecer o potencial do colaborador, permitindo que este utilize suas habilidades e conhecimentos em prol do trabalho;
  4. Remuneração – remuneração justa e adequada trabalho realizado, levando-se em conta o equilíbrio interno e o externo (mercado de trabalho);
  5. Benefícios – o pacote de benefícios serve para facilitar a vida dos colaboradores, além de ser mais um atrativo para reter talentos;
  6. Relacionamento – manter uma comunicação assertiva, promover integração entre os colaboradores, minimizar barreira formadas por hierarquias e preconceitos a fim de contribuir para os relacionamentos interpessoais;
  7. Ambiente organizacional – é extremamente importante investir em monitoramento do clima organizacional, além de promover meios para que o ambiente físico e psicológico no trabalho seja adequado ao bem estar humano;
  8. Autonomia – os funcionários se sentem mais capazes e responsáveis quando tem a liberdade para encontrar soluções e tomar decisões;

A qualidade de vida no ambiente organizacional revela o quanto os colaboradores se sentem realizados pessoalmente e profissionalmente através das atividades realizadas no ambiente organizacional.

Uma empresa que se preocupa com o bem-estar de seus trabalhadores, permite que eles consigam realizar as suas atividades profissionais e que tenham tempo e disposição para os outros compromissos com amigos, família e com o lazer de forma geral.

Reflita! Até breve!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *