Dinheiro ou felicidade?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

Na dúvida, por qual você optaria nas suas relações de trabalho?

Existe um momento na vida em que é preciso decidir se vamos ficar com um emprego com alto salário, ou se partimos para fazer o que realmente gostamos e que nos traz diversas satisfações. Todo mundo já deve ter passado por isso, dos microempresários até os CEO´s de multinacionais de vários segmentos do mercado.

Se o dinheiro traz ou não felicidade, até hoje não existem especialistas que respondam a esta pergunta com uma única resposta exata. Eles trazem apenas suposições sobre esta realidade.

Os estudos da NEF-New Economic Foundation, já constataram que pessoas dos países mais pobres ao redor do mundo são mais satisfeitos do que trabalhadores de países mais ricos. Já a Universidade de Leicester, no Reino Unido, rebate as constatações dizendo exatamente o contrário; pessoas de países ricos são mais felizes do que as mais pobres.

Ainda que não exista fórmula para desvendar a incógnita, existe um índice que tenta mensurar esta questão. É o Índice do Planeta Feliz, que mede o nível de felicidade através do cruzamento de expectativa de vida, satisfação com sua vida e o aproveitamento do espaço ambiental. De acordo com o índice, é a eficiência em que uma nação converte seus recursos naturais e renováveis em bem estar de seus moradores.

No seu ranking elaborado com dados de 178 nações pobres e pequenas espalhadas ao redor do mundo, foi possível analisar que Ilha de Vanuatu, no Pacífico, ficou com a primeira posição. Já os que sofrem com guerras e desastres naturais, como a Colômbia, fica em 2º. O Brasil ocupou o 63º lugar e o Japão, uma das maiores economias da Ásia, em 95º.

Não há uma regra para definir qual o momento de abrir mão de uma estabilidade no emprego, e partir com investimentos das suas finanças em um negócio próprio ou outro tipo de projeto. O que podemos ficar atentos é ao momento em que estas oportunidades aparecem e se não vão nos trazes complicações futuras. Em síntese, é questão de análise e equilíbrio antes de tomar esta decisão.

Mas se para você está difícil decidir, aqui vão algumas dicas que vão te nortear em relação as suas decisões:

Dinheiro ou Felicidade?

Estude como realizar o seu sonho: Se o seu desejo, por exemplo, é abrir mão do emprego fixo no setor público e trabalhar com vendas ou eventos no setor privado, tornando-se empreendedor, veja quais são os investimentos iniciais desses negócios,quais os riscos e lucros futuros você pode arrecadar.

Controle seus desejos Se depois de analisar seus sonhos pessoais e profissionais você concluir que não é possível insistir, não dê um” passo maior que a perna”. Direcione a atenção e investimentos para algo mais concreto, como imóveis, poupança, ou momentos de lazer que possam te trazer felicidade.

Preserve o seu tempo livre: Se você tem sido um workaholic ultimamente, comece a poupar o tempo disponível para o lazer ou alguma satisfação pessoal. Aproveitar seu tempo de folga e conhecer lugares novos, socializar e se divertir podem te trazer grandes realizações.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *